O Kevlar nas bicicletas

0

Bicicletas também se beneficiam do Kevlar!
Uma das aplicações mais comuns é nos pneus. Isso não quer dizer que seu pneu será à prova de bala, mas deixará ele mais leve e dobrável. O Kevlar não é usado no composto do pneu, mas sim no lugar do arame que firma o pneu no aro. Isso o torna muito mais fácil de instalar/remover e transportar. E ele pode pesar até 20% menos que um pneu comum. E a facilidade de colocá-lo no aro… é incrível!fdgsd

Quadros fabricados com uma mistura de Kevlar e carbono são recentes, mas podem ganhar espaço por terem baixo peso e redução de vibração. A empresa americana Razik criou um quadro de Kevlar com carbono que possui estrutura complexa, e não simples tubos. Eles não só podem deixar o quadro mais leve, mas também aumentar a resistência e aumentar a absorção de vibrações.

Uma aplicação recente e curiosa do Kevlar no mundo do ciclismo é nos raios da roda. Raios de Kevlar são leves, resistentes e ainda tem uma característica interessante: possuem certa maleabilidade! Assim ajudam a absorver os impactos da roda. Parece estranho, mas os raios não são totalmente rígidos. Porém, quando estão todos tensionados, o conjunto fica rígido.

Outras áreas que poderiam se beneficiar do Kevlar são mangueiras hidráulicas, pastilhas de freio, protetores de quadros, roupas de ciclismo, proteções como joelheiras e cotoveleiras, capacetes e outros.

Infelizmente, o preço do Kevlar impede que ele se torne mais popular. A fabricação necessita de processos químicos e alta temperatura, que por sua vez exige dinheiro. Kevlar não pode ser fabricado usando matéria-prima natural. Utiliza produtos químicos que por si só, já podem ser muito caros.

Fonte: Revista Bicicleta por Pietro Battisti Petris

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe Uma Resposta